22/05/2012

"Eu não sei amar mais ou menos. Quando eu decido, eu vou. Me entrego, me arrisco, me corto, me estrepo, azar meu, sorte minha que nasci assim:
VIM AO MUNDO PARA SENTIR."