09/05/2012

"A gratuidade do amor consiste nisso: amar quando o outro não merece ser amado. 
Surpresa maior não há. 
Ser abraçado no momento em que sabemos não merecer ser perdoados.
 O amor verdadeiro desconcerta."