16/07/2012

Dentro de mim há uma fábrica de sonhos. Sonhos dos quais, eu chamo de infinito. Porque quando um acaba, outro começa. E quando um começa, já tem outro na fila esperando sua vez.